Buscar
  • Lore Magno

Unincor adere regularização de dívidas tributárias e promete quitar dívida trabalhistas

Na manhã de hoje em entrevista à Rádio Tropical, o professor e também Diretor Geral da Universidade Vale do Rio Verde – Unincor, Leandro Rodrigues, falou com a repórter Thamires Benetório sobre a adesão da faculdade ao programa do Governo Federal - Regularize. Segundo o professor a Fundação Tricordiana vinha acumulando débitos tributários ao longo de 20 anos que somam mais de 50 milhões.

“Enxergamos que o desconto dado pelo programa, de R$ 14 milhões, era considerável e uma maneira de conseguirmos nossa certidão negativa de débitos tributários, a certidão da PGFN. Uma certidão que não tínhamos há muito tempo. Hoje a Unincor está em dia com seus débitos tributários e vamos aderir esse mesmo programa com os débitos trabalhistas. A Unincor tem mais de R$40 milhões em débitos trabalhistas, com essa adesão, ai sim a fundação vai estar apta para poder crescer”.


Novos cursos e a medicina em Três Corações


O professor também falou sobre a busca do curso de medicina, enfatizando que o plano continua o mesmo. De acordo com ele, já teria tido inclusive diálogo com o prefeito Gordo Dentista sobre a instalação do internato de medicina na Colônia Santa Fé. “Já tive uma primeira conversa com o prefeito municipal, que comunga com a mesma idéia de fortalecer a saúde do município. Voltando o curso medicina em Belo Horizonte, que falta somente a portaria ser publicada, ai então vem pra cá os internatos. É um novo passo para a universidade e para a Fundação Tricordiana”.


Os internatos se tratam de clínicas que segundo o professor, funciona com grupos de alunos do 8º período. A vinda dos internatos de acordo com o professor ampliaria o leque de atendimentos na saúde básica tricordiana. O professor ainda destacou na entrevista que nesse primeiro momento, agora devidamente credenciada, a faculdade trabalha em uma nova cartela de cursos que serão focados na área da saúde.


Fonte: Jornalismo Rádio Tropical

76 visualizações0 comentário