Buscar
  • Lore Magno

Lázaro é baleado e morto em Goiás no 20º dia de buscas

Ele era procurado por uma força-tarefa policial desde o dia 9 de junho após matar uma família em Ceilândia, no DF. Aos 32 anos, Lázaro já tinha extensa ficha criminal, fugiu três vezes da prisão e era acusado de diversos crimes desde 2007.


Lázaro Barbosa foi morto após ser baleado em Águas Lindas de Goiás, nesta segunda-feira (28), no exato 20º dia de uma megaoperação que contou com mais de 270 policiais.


Procurado por uma força-tarefa desde o dia 9 de junho, Lázaro foi atingido após atirar diversas vezes contra policiais e tinha R$ 4,4 mil em dinheiro no bolso, segundo Rodney Miranda, secretário de segurança pública de Goiás.


"Ele descarregou uma pistola, possivelmente 380, em cima do policiais", disse Miranda. Ainda de acordo com o secretário, Lázaro foi socorrido com vida, mas chegou morto ao hospital. Ele tinha 32 anos.


Lázaro também usava um casaco com um distintivo antigo da Polícia Militar do Distrito Federal quando foi encontrado, o que deve ser investigado pela Polícia Civil.


Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás. Com conhecimento de mata, Lázaro sabia se disfarçar em vegetações e fugia por rios para não deixar rastros.


Após ser baleado, Lázaro foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Bom Jesus, e a morte foi confirmada pela Polícia Técnico-Científica de Goiás. Por volta de 11h10, uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) chegou aos fundos da unidade de saúde.


As buscas por Lázaro, que causaram intensa mobilização no país, começaram após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho.


Fonte: G1 Sul de Minas


30 visualizações0 comentário